Seja Bem vindo - Teresina, 20 de Agosto de 2017
Teresina
+24...+34° C
SEMCOM - SEMINÁRIO

Teresina sedia seminário de revisão do sistema de custos em obras públicas

Seminário será na próxima quinta-feira (27)

19/04/2017 - 11h09 Imprimir Envie por e-mail

A cidade de Teresina será a 13ª capital do país a receber o "Seminário de Avaliação do Sistema de Referência de Preços Sinapi", na quinta-feira (27), a partir das 8h, no auditório da Fiepi. O evento pretende mostrar em detalhes a revisão do Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil (Sinapi) que é a tabela oficial para elaboração de orçamentos de obras públicas com recursos da União.


O primeiro seminário foi em 2013 e, de acordo assessor técnico da Câmara Brasileira da Indústria da Construção Civil (CBIC), Geraldo de Paula Eduardo, de lá para cá vem dando transparência ao mecanismo de controle de preços de insumos em obras Públicas. "Estávamos chegando a um ponto em que a tabela estava lá e orçamentistas, empresários e os próprios engenheiros não sabiam usar da melhor forma. Os encontros são bem técnicos e ajudam a todos se familiarizarem melhor com a ferramenta, que é gerida pela Caixa Econômica Federal".


Uma das apresentações será do engenheiro e vice-presidente de Edificações do Sindicato da Indústria da Construção Pesada de Minas Gerais (Sicepot-MG), José Soares Diniz Neto. "Ele é um apaixonado pelo sistema e o conhece como ninguém entre os empresários do Brasil. José Neto também faz parte do corpo técnico da CBIC e esta passagem dele pelo Piauí será muito valiosa para quem quer aprender mais sobre o Sinapi", enfatiza o engenheiro Geraldo de Paula.
 

A Caixa Econômica Federal vem atualizando o sistema a cada seis meses, com novidades em insumos e custos por região. Um consultor da Caixa também vai estar no evento e apresentará como se chega a esses preços e quais são as atualizações do sistema. O IBGE é um grande parceiro do banco na composição do Sinapi. "Muita gente que trabalha todo dia com orçamento pensa que o Sinapi é apenas nacional, mas ele já nasceu regionalizado. Há insumos com até mil tipos e 100 famílias de até 50 preços distintos cada uma, cabe ao orçamentista da obra e do governo pensarem também no custo de transporte até o canteiro, partindo da cidade de compra, normalmente, uma capital" explica Geraldo.


No Piauí, a iniciativa é da Associação Piauiense dos Empresários de Obras Públicas (Apeop-PI). "Queremos que os órgãos de controle também participem, (Policia Federal, TCE, TCU, MPE, MPF e as controladorias) por que eles são responsáveis também pelos gastos públicos com obras", destaca Arthur Feitosa, presidente da Apeop-PI.

 

Para Geraldo, o seminário de Teresina promete ser bem diversificado quanto ao público. "A ideia é que os empresários, revendedores e gestores convençam também servidores e funcionários a participarem, garantindo que a informação chegue a todos que dependem do Sinapi, mas ainda esbarram na falta de informação"




Tags: SEMCOM, seminário, revisão, sistema, obras, públicas


Compartilhe está postagem:

  • twitter
  • google plus
  • facebook
  • facebook compartilhar

Últimas Notícias





PMT Multimídia

PMT no Twitter


Prefeitura Municipal de Teresina - PI

Contato

Contatos Úteis

  • BOMBEIROS193
  • CORREIOS(86) 3301-3500
  • DELEGACIA DA MULHER(86) 3222-2323
  • POLÍCIA CIVIL(86) 3216-5212
  • RONDA CIDADÃO(86) 3131-4781
  • Mais Números Úteis

© 2013 PMT, Todos os direitos reservados
Desenvolvido por PRODATER.