Seja Bem vindo - Teresina, 24 de Maro de 2019
Teresina
+24...+34° C
FMS - SADE

Maternidades ampliam acesso das gestantes a exame que previne mortalidade de bebs

O exame de urocultura precisa ser realizado pela gestante nos trs trimestres da gravidez

13/12/2018 - 10h00 Imprimir Envie por e-mail

Maternidades ampliam acesso das gestantes a exame que previne mortalidade de bebs

Crditos: Ascom

As quatro maternidades municipais da capital são, a partir de agora, pontos de coleta de urocultura em gestantes. O exame só era realizado no Laboratório Central de Saúde Pública do Piauí (LACEN). A Fundação Municipal de Saúde está descentralizando o serviço para ampliar o acesso das gestantes ao exame, que detecta bactérias na urina, mesmo sem sintomas, e pode levar a partos prematuros e ao nascimento de bebês com infecção ou até mesmo mortos.

 

“As pessoas não grávidas manifestam sintomas, quando tem infecção urinária. Nas grávidas, devido à condição hormonal, esses sintomas nem sempre se manifestam. Algo perigoso ao bebê, pois a bactéria pode causar rompimento da bolsa, atingir o bebê ainda intraútero, causar aborto. E, em caso de bebês que nascem com infecção, podem desenvolver meningite e correr vários outros riscos de vida. Inclusive evoluir para óbito”, explica a médica Elna Amaral, infectologista do setor de Controle de Infecções da Maternidade Wall Ferraz, zona Sudeste de Teresina.

 

Ela explica ainda que o exame de urocultura precisa ser realizado pela gestante nos três trimestres da gravidez. “Não só o exame simples de urina, mas também a urocultura, que detecta bactérias. A urocultura é o exame que vai nortear o médico da gestante a iniciar o tratamento com antibióticos no momento certo para que mãe e bebê sejam tratados e não tenham prejuízos”, informa.

 

A infecção urinária é a complicação clínica mais frequente na gestação. De 2% a 10% das gestantes apresentam bactérias na urina, porém sem desenvolver sintomas. E dessas, 25 a 30% desenvolvem infecção renal. Para realização do exame de urocultura, as gestantes de Teresina serão encaminhadas pelos profissionais da Estratégia Saúde da Família para as maternidades próximas às duas residências. Também serão realizados exames nas gestantes atendidas nos serviços de urgência e emergência das maternidades municipais.

 

“A ampliação dos postos de realização da urocultura surgiu como demanda dos profissionais da Atenção Básica e da área hospitalar, em reuniões com o objetivo de integrar os serviços como uma forma de qualificar a assistência à gestante, ao recém-nascido de Teresina. Contribuindo assim para a redução da morbimortalidade desses segmentos causadas por infecção urinária”, enfatiza Elna Amaral.

 




Tags: gestantes, exames, maternidades, Teresina, FMS, Prefeitura


Compartilhe está postagem:

  • twitter
  • google plus
  • facebook
  • facebook compartilhar

ltimas Notcias





PMT Multimídia

PMT no Twitter

Prefeitura Municipal de Teresina - PI

Contato

Contatos Úteis

  • BOMBEIROS193
  • CORREIOS(86) 3301-3500
  • DELEGACIA DA MULHER(86) 3222-2323
  • POLCIA CIVIL(86) 3216-5212
  • RONDA CIDADO(86) 3131-4781
  • Mais Nmeros teis

© 2013 PMT, Todos os direitos reservados
Desenvolvido por PRODATER.