Seja Bem vindo - Teresina, 25 de Julho de 2017
Teresina
+24...+34° C
SEMEC - PREVENÇÃO

Mais de 56 mil alunos sensibilizados sobre a Lei Maria da Penha através de cordel

O projeto apresentado pelo cordelista cearense Tião Simpatia já percorreu 134 escolas

09/06/2016 - 11h13 Imprimir Envie por e-mail

Mais de 56 mil alunos sensibilizados sobre a Lei Maria da Penha através de cordel

Créditos: Ascom

Com o objetivo de difundir a Lei Maria da Penha e coibir a incidência da violência contra a mulher em Teresina, a Prefeitura de Teresina disseminou nas escolas do município informações sobre a Lei em forma de Cordel. O projeto apresentado pelo cordelista cearense Tião Simpatia já percorreu 134 escolas da capital, atingido cerca de 56 mil estudantes de 6 a 14 anos de idade, de 2014 a 2016. O trabalho é realizado através da Coordenadoria de Políticas Públicas para Mulheres (CMPM) e da Secretaria Municipal de Educação (SEMEC) 

Para Maciel Rodrigues, diretor adjunto da Escola Municipal Parque Piauí, na zona Sul de Teresina é muito importante trabalhar o tema com os adolescentes. “A divulgação dessas questões pode mudar a realidade dessas crianças. Muitos alunos vivencia a violência dentro de casa e acabam refletindo na escola, diminuindo seu rendimento escolar, muitos reproduzem o que vivenciam dentro de casa”, pontua.

Quem também elogia o projeto é a diretora da Escola Municipal Crista Evangelista, Ana Carvalho. “Sabemos que culturalmente a mulher é tratada como propriedade do homem. Então, não há lugar melhor do que a escola para desconstruir esse conceito que continua enraizado na mente das pessoas, que continuam reproduzindo uma cultura machista”, ressalta.

Tião Simpatia transformou a Lei Maria da Penha em arte, uma forma mais acessível e compreensão de uma lei. O cordelista cearense foi introduzido à literatura de cordel aos 15 anos de idade e não parou mais. Ele faz parte do Instituto Maria da Penha, que tem sede em Fortaleza, que em 2016 virou parceira da Coordenadoria da Mulher, após os resultados de 2014.

O cordelista destaca que a atividade é importante para conscientização dos jovens sobre o respeito e os direitos das mulheres e que a arte do cordelismo consegue ensinar de forma lúdica a linguagem jurídica. "O projeto está plantando sementes para que possam ser colhidos frutos no futuro, buscando criar multiplicadores da Lei para que a violência possa um dia acabar. Acredito que é através da educação que tudo pode ser mudado”, explana o cordelista, Tião Simpatia.


Como surgiu o projeto

O projeto Lei Maria da Penha nas Escolas surgiu em 2014, depois de uma Oficina de Diálogo realizada com professores e pedagogos da Secretaria Municipal de Educação (SEMEC). No encontro, eles apontaram a necessidade de levar atividades lúdicas com os jovens estudantes, tendo em vista que a Lei Maria da Penha é uma lei transversal, onde há trabalhos relacionados ao combate à violência, como também sobre políticas públicas na área de prevenção e sensibilização.

Iniciado de forma tímida apenas como projeto piloto realizado no segundo semestre de 2014, hoje já se pode notar os resultados. De acordo com dados do ligue 180, telefone da Central de Atendimento à Mulher, o Piauí em 2015, aparece em segundo lugar nos casos de denúncias, com 44 ligações a cada 100 mil mulheres. Perde apenas para o Distrito Federal, com 60 casos, e seguido por Goiás, com 35 registros. A maioria das ligações registradas da capital, Teresina.

"Sensibilizando essas crianças para a prevenção à violência, por várias vezes percebi a reação delas ao ouvirem o cordel. isso nos faz refletir da importância de trabalhar a temática com esse público, uma vez que muitas delas vivenciam isso no seu cotidiano. Eles levam para casa a informação e já compreendem um pouco sobre a Lei”, ressalta a Gerente de Promoção e Coordenadora do projeto, Lidiane Batista.



Tags: semec, Lei Maria da Penha, cordel, escola


Compartilhe está postagem:

  • twitter
  • google plus
  • facebook
  • facebook compartilhar

Últimas Notícias





PMT Multimídia

PMT no Twitter


Prefeitura Municipal de Teresina - PI

Contato

Contatos Úteis

  • BOMBEIROS193
  • CORREIOS(86) 3301-3500
  • DELEGACIA DA MULHER(86) 3222-2323
  • POLÍCIA CIVIL(86) 3216-5212
  • RONDA CIDADÃO(86) 3131-4781
  • Mais Números Úteis

© 2013 PMT, Todos os direitos reservados
Desenvolvido por PRODATER.