Seja Bem vindo - Teresina, 19 de Setembro de 2017
Teresina
+24...+34° C
HUT - DIA DA SEPSE

HUT realiza nesta quarta (13) ação pelo Dia Mundial da Sepse

Doença mata mais que câncer ou infarto

12/09/2017 - 15h01 Imprimir Envie por e-mail

A Sepse já é considerada pelas autoridades de saúde um problema de saúde pública. Para se ter uma ideia dos perigos dessa doença, a Sepse hoje é responsável por mais óbitos do que o câncer ou o infarto agudo do miocárdio. Somente no Brasil estima-se cerca de 670 mil óbitos por ano. Para alertar a população sobre os riscos dessa doença, o Hospital de Urgência de Teresina (HUT)  realiza amanhã, 13 de setembro, Dia Mundial da Sepse, uma blitz educativa, a partir das 8 horas, no Terminal Rodoviário Lucídio Portela,  com distribuição de material informativo.

 

Rosania Oliveira, infectologista da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar do HUT, explicou que essa campanha está sendo realizada em todo país e como o foco principal é alertar a população o tema desse ano é “Pense: pode ser sepse”. “Amanhã iremos esclarecer a população sobre os riscos dessa doença. Uma simples infecção pode levar a uma sepse, portanto, vamos falar sobre algumas medidas de prevenção de infecção como, por exemplo, a vacinação. Pois, algumas doenças que podem ser prevenidas com vacinas podem complicar com sepse como a catapora e meningite. Além disso, nossa equipe irá reforçar a importância da higienização das mãos no processo de combate às infecções”, destaca a médica.

 

Rosania explica ainda que normalmente uma infecção vem acompanhada de febre alta, falta de ar e/ou pressão baixa. “Ao detectar os primeiros sintomas o paciente deve procurar ajuda médica com urgência. O tratamento adequado só pode ser realizado com profissionais especializados seguindo um rigoroso protocolo de combate à sepse”, explica.

 

Qualquer pessoa pode ter sepse, mesmo as mais saudáveis. No entanto, existem pessoas com predisposição genética e as portadoras de doenças crônicas como diabetes e insuficiência renal, idosos e crianças com menos de dois anos e os prematuros, que são mais suscetíveis às formas mais graves de infecção.

 

A sepse antigamente era conhecida como septicemia ou infecção generalizada. Na verdade, é uma infecção generalizada do próprio organismo contra uma infecção que pode estar localizada em qualquer órgão. Essa inflamação, quando não tratada em tempo hábil, pode levar a parada de funcionamento de um ou de mais órgãos. Cerca de 400 mil novos casos são diagnosticados por ano e 240 mil pessoas morrem anualmente.

 

 

 

 

 




Tags: ação, dia mundial da sepse, hut


Compartilhe está postagem:

  • twitter
  • google plus
  • facebook
  • facebook compartilhar

Últimas Notícias





PMT Multimídia

PMT no Twitter


Prefeitura Municipal de Teresina - PI

Contato

Contatos Úteis

  • BOMBEIROS193
  • CORREIOS(86) 3301-3500
  • DELEGACIA DA MULHER(86) 3222-2323
  • POLÍCIA CIVIL(86) 3216-5212
  • RONDA CIDADÃO(86) 3131-4781
  • Mais Números Úteis

© 2013 PMT, Todos os direitos reservados
Desenvolvido por PRODATER.