Seja Bem vindo - Teresina, 16 de Fevereiro de 2019
Teresina
+24...+34° C
HUT - ATENDIMENTO

HUT cria Grupo de Prevenção e Tratamento de Feridas

ideia é evitar que pacientes acamados desenvolvam úlceras por pressão

28/03/2016 - 09h17 Imprimir Envie por e-mail

HUT cria Grupo de Prevenção e Tratamento de Feridas

Pessoas acamadas ou com mobilidade restrita tem grande probabilidade de desenvolver úlceras por pressão (feridas). Dependendo da gravidade de cada caso, essas feridas podem comprometer muito a recuperação desses pacientes.  Atento a essa questão o Hospital de Urgência de Teresina (HUT) montou o Grupo de Prevenção e Tratamento de Lesões (GPTL), que visa não só a prevenção, mas o tratamento de todas as lesões de pele como úlceras vasculogênicas, queimaduras, deiscências, pé diabético, entre outros.


De acordo com a enfermeira presidente do GPTL, Sarah Nilkece, durante a admissão do paciente é feito uma avaliação utilizando os critérios estabelecidos pela escala de Braden. É por meio dela que a equipe identifica pacientes com perfil de risco para desenvolver feridas.


“Essa escala avalia umidade, mobilidade no leito, cisalhamento (arrastar o paciente na cama) e a percepção sensorial e nutrição do paciente. Depois que identificamos esse paciente damos inicio ao protocolo de prevenção e tratamento dessas lesões”, explica a enfermeira.


Ainda de acordo com Sara uma das estratégias utilizada durante o tratamento é a mudança de decúbito. É uma ação simples, porém bastante eficaz. “Orientamos a equipe de técnicos de enfermagem, os pacientes e seus acompanhantes para fazerem a mudança de decúbito a cada duas ou três horas. Além disso, explicamos que a pele precisa ser mantida hidratada e os lençóis esticados e sem dobras. São medidas simples que podem evitar feridas. A educação em saúde é fundamental nesse processo”, completa.


Internado na Clínica Cirúrgica, desde o dia 21 de fevereiro, para tratar um foco infeccioso no membro inferior esquerdo, Lucas de Assis, 14 anos, da cidade de Campo Maior, é um dos pacientes que está sendo acompanhado pelo GPTL e que já apresenta uma melhora significativa do seu quadro. “Agora só quero poder ir pra casa e brincar com meus amigos”, comentou Lucas.


Suellen Silva, enfermeira e membro do Grupo, explicou que a lesão do Lucas está sendo tratada com coberturas especiais de alto custo, como espumas e fibras. “O resultado do tratamento está surpreendendo toda a equipe. Logo ele estará em casa”, disse Suellen.


Para reforçar esse trabalho feito pelo GPTL o HUT adquiriu recentemente 20 colchões pneumáticos com alternância de pressão para serem utilizados nos pacientes com maior “risco” de desenvolver essas feridas. Esse colchão faz com que uma mesma zona do corpo esteja em contato com diferentes graus de pressão, simultaneamente.


Segundo Tágora Lago, enfermeira e chefe do Núcleo de Segurança do Paciente, o colchão pneumático ajuda a minimizar os picos de pressão, protegendo as zonas de risco. “A difusão de pressão no corpo através da pressão alternada é realizada periodicamente a cada 5 minutos pelo motor e o movimento de inflar e desinflar as células do colchão estimula a circulação da corrente sanguínea na pele do paciente”




Tags: tratamento, feridas, grupo, HUT, Prefeitura, Teresina


Compartilhe está postagem:

  • twitter
  • google plus
  • facebook
  • facebook compartilhar

Últimas Notícias





PMT Multimídia

PMT no Twitter

Prefeitura Municipal de Teresina - PI

Contato

Contatos Úteis

  • BOMBEIROS193
  • CORREIOS(86) 3301-3500
  • DELEGACIA DA MULHER(86) 3222-2323
  • POLÍCIA CIVIL(86) 3216-5212
  • RONDA CIDADÃO(86) 3131-4781
  • Mais Números Úteis

© 2013 PMT, Todos os direitos reservados
Desenvolvido por PRODATER.